Arraiá da SDDH

“Fica decretado que a partir deste instante haverá girassóis em toda as janelas que os girassóis terão direito. Abrir-se dentro da sobra; E que as janelas devem permanecer, o dia inteiro, abertas para o verde onde cresce a esperança.”
(Thiago de Melo)

 

Para celebrar o “Arraiá dos Direitos Humanos” da Sociedade Paraense de defesa dos Direitos Humanos – (SDDH) e a reforma do prédio da entidade aconteceu a confraternização junina que reuniu conselheiros, funcionários e parceiros com contos, músicas, poesias e comidinhas típicas no dia 26 de junho.

A SDDH festejou o São João com sua estrutura nova no bairro do guamá, homenageando pessoas que foram e são figuras simbólicas na defesa dos direitos humanos na Amazônia e em especial no Pará.

Os espaços nomeados como salas de defensores e defensoras como: Espaço Cultural Merielle Franco; Salão Auditório Marga Rothe; Salão Juridico Paulo Fonteles; Salão de Formação Isa Cunha; Salão do MST Ulisses Manaças; Salão Adm/financeiro Jaime Teixeira; Salão da Secretaria Geral Marta Figueredo; Salão da biblioteca Dorothy Stang; Salão da Coordenação Geral Amazônia, Salão de Comunicação Samauma, além da cozinha Paraense.

Entre homenagens e muita animação, os participantes celebravam esta nova fase da SDDH. “Resistir é o Primeiro Passo!”

Fotos: Cristivan Alves e Jean Brito
Produção: Comunicadores Polulares DH

Deixe uma resposta