Biodiesel

A produção de dendê no nordeste do Pará tem sido estimulada nos últimos anos pelos governos estadual e federal, e levada a diante por grandes empresas para a produção de biodiesel.

Essa espécie de nova fronteira agrícola provoca conseqüências nefastas na região dos projetos, como a desestruturação do processo produtivo da agricultura familiar em favor de uma monocultura, com forte degradação social e ambiental, como o risco à segurança alimentar, a redução da renda das famílias de agricultores, a reconcentração fundiária, o desgaste do solo e a contaminação de águas.

Para enfrentar o problema, as organizações, sindicatos e movimentos sociais organizam uma frente de luta, que avaliará a fundo os problemas e realizará ações em defesa dos trabalhadores e da agricultura familiar. Na avaliação dos trabalhadores rurais e movimentos presentes ao seminário, conter o avanço desta fronteira será uma das prioridades do campesinato para os próximos anos.

Deixe uma resposta