Noticiário SDDH

Anapu uma terra sem Lei!


Compartilhar
Tweet

    A convocação da central sindical CSP-Conlutas e entidades que atuam na defesa dos direitos humanos, para uma coletiva imprensa, no Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil do Pará.

      No dia 18 de dezembro de 2019. Com o presidente da Cooperativa de Agricultores da Volta Grande do Xingu Erasmo Teófilo “Sou filho de Altamira e de pai e mãe agricultores familiares. Há 8 anos vivo em Anapu e há 4 milito pela terra. A cooperativa abrange 3 municípios e atendo juridicamente 54 famílias ameaçadas de despejo. Minha vida mudou. Comecei a ser ameaçado de morte. Hoje aqui estou pedindo socorro, em meu nome e em nome de todos os agricultores familiares.

      O assassinato de Doroty [2005] e a prisão de Padre Amaro [2008] mostram que a repressão e à bala ou forjando situações que acabam com a vida social da liderança e sufocam os movimentos. Anapu é terra sem lei. Rogo ao Governo do Estado uma atitude. Tenho 31 anos e não quero ser mais um assassinado, quero continuar na lutar”.

     Já o Movimento Xingu Vivo  representado por Dion Monteiro “O Atlas da Violência do IPEA aponta a cidade de Altamira como a 2ª mais violenta do Brasil, fruto da Transamazônica e de Belo Monte”. Isso se intensificou com a rota do tráfico de drogas; a guerra entre facções por essa rota; e o extrativismo ilegal, especialmente da madeira. Isso se agravou com os discursos do Governo Federal apelando à violência. Ontem, um dos maiores fazendeiros da região ameaçou Eduardo Modesto, esposo da coordenadora do campus da UFPA em Altamira, terminando a agressão dentro da delegacia, ficando por isso mesmo. A impunidade intensifica o cenário, a reunião de hoje, unindo organizações urbanas e rurais, é fundamental para construção do enfrentamento”.

      O presidente da SDDH e Advogado Marco Apolo Santana Leão diz que: “A SDDH e a CPT acompanham esses conflitos há anos e denunciamos inclusive em instâncias internacionais. O no de assassinatos é maior, porque há quem desapareça e perdemos notícias. Há pessoas ameaçadas e difamadas. Em petição à Segup, exigimos apuração dos 17 casos de assassinato dos últimos 14 anos na região e incluímos os casos mais recentes, como os de Márcio e Anacleto. Exigimos o afastamento da polícia de Anapu e que a de Belém assuma, porque há policiais prestando serviço de segurança privada a fazendeiros. Teremos dossiê sobre isso. Os casos de Gilberto Marques e o de Altamira também são reflexo da política de Bolsonaro. Nos precisamos fazer Enfrentaremos pelas vias democráticas”.


Galeria de fotos


noticias

noticias


Noticiário SDDH

clique para ver outras noticias


noticias

Roda de conversa - Desastres e Crimes da Mineração em Barcarena

noticias

Nota de Pesar Pela Morte de Seu Paulo

noticias

Repudio da SDDH contra Ação penal do Ministério Público Federal sobre o jornalista Glenn Greenwald

noticias

CEDENPA reúne com o MPE e cobra medidas contra crimes racistas ocorridos no Pará.

Trav. 25 de Julho, 215 - A - Guamá, Belém - PA - 66075-513
Telefone: (91) 3241-1518 /sddh@sddh.org.br

youtube