Noticiário SDDH

24 de maio por justiça, memória e luta por reforma agrária


Compartilhar
Tweet

Por Viviane Brigida

Em 24 de maio de 2011, o casal de agricultores extrativistas Maria do Espírito Santo e José Cláudio Ribeiro da Silva foram assassinados no interior do assentamento Praia Alta Piranheira, em Nova Ipixuna no Pará.

Os ambientalistas foram assassinados por denunciar a extração ilegal de madeira e as ações criminosas de grileiros, madeireiros e carvoeiros na região. O Instituto José Cláudio & Maria lançaram um manifesto para somar assinaturas na reivindicação por justiça, e ampliar o grito que repetimos a cada ano: “Maria! José! A luta segue em pé!”. Para assinar acesse o link:  http://avaaz.org/JusticaParaMariaEZeClaudio

A exploração e devastação da floresta está em curso. Dez anos se passaram e acompanhamos o aumento da violência no campo, ameaças aos que lutam por reforma agrária e do/as defensoras e defensores dos direitos humanos.

Em 24 de maio de 2017, acontecia o segundo maior massacre de trabalhadores rurais no estado que ficou conhecido como Massacre de Pau D’Arco. Onde dez trabalhadores rurais, sendo nove homens e uma mulher, foram executados em uma operação supostamente para cumprir mandado de prisão contra os ocupantes na Fazenda Santa Lúcia, no sul do Pará.

No dia 26 de janeiro deste ano, Fernando dos Santos, um dos sobreviventes e principal testemunha do massacre foi executado com tiro na nuca, após sofrer e denunciar ameaças. A situação dos trabalhadores e trabalhadoras na ocupação Jane Julia onde residem em Pau D´Arco cerca de 200 famílias é de insegurança e medo.

A ação foi realizada por policiais civil e militar há 4 anos que resultou no Massacre de Pau D´Arco foi denunciado pelas organizações do campo como mais um caso de impunidade, pois os 15 policiais denunciados pela participação na operação continuam em liberdade e não há nenhum indiciamento aos mandantes do crime.

Nesta segunda-feira,24, clamamos por Justiça para Pau D’arco! Em memória de José Cláudio e Maria. Reafirmamos a luta contra a impunidade dos crimes do latifúndio. Por justiça, memória e luta por reforma agrária. Basta de violência no Campo!

Foto Divulgação: José Claudio e Maria do Expirito Santo

#JusticaParaPauDarco
#BastaDeViolênciaNoCampo
#MassacrePauD´Arco
#DireitosHumanos
#ForaBolsonaro
#10anosdeMemoriaZeClaudioeMaria



Noticiário SDDH

clique para ver outras noticias


noticias

Julgamento do Assassinato de Leila Arruda

noticias

Justiça para Leila Arruda

noticias

Lançamento do Documentário e Relatório de denuncia, as ameaças sofridas pelos Indígenas no Tapajós

noticias

Mártires da Terra

Trav. 25 de Julho, 215 - A - Guamá, Belém - PA - 66075-513
Telefone: (91) 3241-1518 /sddh@sddh.org.br

youtube