Noticiário SDDH

Justiça para Leila Arruda


Compartilhar
Tweet

Por Viviane Brigida

Nesta sexta-feira (08/10) ocorrerá em Belém, o julgamento de Boa Ventura Dias, acusado do feminicídio de Leila Arruda. A pedagoga foi brutalmente assassinada a facadas e pauladas no bairro do Tenoné em Belém, no dia 18 de novembro do ano passado.

Leila Arruda era defensora da educação e fundadora do MOEMA (Movimento de mulheres empreendedoras do Pará). Foi então candidata pelo PT (Partido dos Trabalhadores) à prefeitura de Curralinho, no Marajó. Segundo seus familiares, a vítima sofria perseguições e ameaças do agressor que era ex-marido e que não aceitava o fim do relacionamento.

“Nossa expectativa é que o julgamento seja exemplar para muitos outros casos” salienta Léo Arruda, irmão de Leila que participará do julgamento. O desejo da família é que ocorra justiça e que o acusado seja condenado com pena máxima.

No cenário grave do aumento do feminicídio no país, segundo o Fórum de Segurança Pública somente em 2020, um feminicídio a cada seis horas e meia foi registrado. No Pará foram registrados casos absurdos durante este período de pandemia da civid-19, um aumento de 40% dos casos de violência e homicídios femininos.

As representantes da Frente Feminista do Pará e o movimento “Filhas de Leila” criado após a morte de Leila Arruda acompanharão o julgamento que ocorre a partir das 8h no Fórum Criminal de Belém.

Em casos de Violência, Denuncie! Disque Denúncia pelo número (91) 98115-9181, ou ligar para 181. No estado do Pará também ampliou-se ainda o serviço da Delegacia Virtual, que desde o início da pandemia de Covid-19 recebe denúncias de violência doméstica.

Segundo a SEGUP (Secretaria de Segurança Pública) também houve adesão ao Projeto “Sinal Vermelho”, em que a mulher vítima de violência escreve um “X” na palma da mão para denunciar de forma silenciosa ou ligar para o Centro Integrado de Operações (Ciop)190.

#Defensora
#Justiça
#LeilaArruda
#ChegaDeFeminicídio



Noticiário SDDH

clique para ver outras noticias


noticias

Julgamento do Assassinato de Leila Arruda

noticias

Justiça para Leila Arruda

noticias

Lançamento do Documentário e Relatório de denuncia, as ameaças sofridas pelos Indígenas no Tapajós

noticias

Mártires da Terra

Trav. 25 de Julho, 215 - A - Guamá, Belém - PA - 66075-513
Telefone: (91) 3241-1518 /sddh@sddh.org.br

youtube