Noticiário SDDH

Protocolação do Processo administrativo e criminal contra o procurador de Justiça Ricardo Albuquerque


Compartilhar
Tweet

            A Coordenação das Associações das Comunidades Quilombolas do Pará (MALUNGU), militantes do Movimento Negro, Organizações Parceiras como a SDDH, Rede Comunicadores Populares por #DH no #Pará e representantes Indígenas, acompanhado pelo Advogado Ciro Brito da Terra de Direito estiveram na manhã desta quinta-feira, 28, no Ministério Público do Estado (MPPA) onde foi protocolado o documento pedindo abertura de processo administrativo e criminal contra o procurador de Justiça Ricardo Albuquerque.

 

            Os representantes dos movimentos foram recebidos pelo promotor Marco Aurélio e o procurador de justiça Waldir Macieira. A repercussão do caso de racismo resultou no afastamento do procurador Ricardo Albuquerque do cargo de ouvidor geral da instituição.

 

            Veja as reflexões de algumas representações que estava protocolando o manifesto de repudio contra o Ouvido Ricardo:

A Liderança quilombola da MALUNGU e CONAQ Erica Monteiros do Itancuan Município do Acará, diz que: “Ouvidor teve uma fala racista e nos dá MALUNGU não admitimos, depois de todos esse tempo as instituições ainda tenham pessoas que ainda tenham esse tipo de pensamento, então estamos na luta e mostra que racista não passaram.” Erica fala do Ricardo procurador quando ele que cita "não acho que nós tenhamos dívida nenhuma com quilombolas. Nenhum de nós aqui tem navio negreiro".

 

            A liderança Indígena Luana Kumaruara esteve presente no manifesto diz que “o procurador agiu de forma racista desrespeitando, tratando violentamente de forma verbal”, o pronunciamento da Luana está se referido a fala do procurador quando diz que: "problema da escravidão no Brasil foi porque o índio não gosta de trabalhar", a Indígena também diz que o ouvidor “mostra de forma errônea história do Brasil, que ele nos machucou, nos feriu, e feriu nossos ancestrais”.

            A deliberação do Colégio de Procuradores de Justiça do MPPA foi comemorado pelos representantes dos movimentos, mas afirmam que a luta continua. “Racistas não passarão!” afirmavam as lideranças.

 

 (Fotos: Amanda Rabelo e Cristivan Alves)


Galeria de fotos:

Trav. 25 de Julho, 215 - A - Guamá, Belém - PA - 66075-513
Telefone: (91) 3241-1518 /sddh@sddh.org.br

youtube